Não se sabe bem quem descobriu a primeira pedra de ouro. Transcorria algum dia entre 1693 e 1698. Naquela época os bandeirantes percorriam as montanhas de Minas Gerais na busca da legendaria Serra de Sabarabuçu. Nesta busca, nosso descobridor anônimo ficou curioso com as pedras escuras encontradas no rio Tripuí. Ouro negro, eclipse do sol do mais puro quilate, coberto por uma fina camada de óxido de ferro.

Constatado seu valor, iniciou-se a busca. A fábula povoou a imaginação dos aventureiros, que penetraram a floresta na busca de uma referência para a glória, um cume chamado Itacolumi. Aos seus pés estavam as tão sonhadas minas de ouro.

Trechos do texto de Marcelo J. B. Resende

Para conhecer mais da história de Ouro Preto, acesse aqui